Indelicadezas!


Como posso explicar o prazer que algumas pessoas sentem em derrubar a felicidade dos outros? Algumas pessoas parecem amar a sensação de destruir a felicidade alheia. 

Hoje presenciei no metrô uma situação tão constrangedora que não tive como não intervir. Enquanto aguardava o metrô em Alexanderplatz uma garota aguardava ansiosamente algo mais que a composição. Quando vi um rapaz subindo as escadas da estação, e ela se dirigindo alegremente a ele. Vieram caminhando e pararam na minha frente. Não tive como não ouvir a conversa de ambos. Ela o aguardava para mostrar o novo corte de cabelo. Ela era muito bonita, com cabelo curto, vermelho (quase igual ao meu) e minissaia preta. Estava realmente linda, mas o namorado parece não ter gostado. Quando se viram ele perguntou de pronto: o que você fez no seu cabelo? Ela percebeu o tom ríspido na palavra dele, mas mesmo assim ainda arriscou dizer: você gostou? Ele: "claro que não, você está parecendo um homem, e eu não quero homens, quero mulheres. Não sei que prazer é esse que vocês sentem em cortar o cabelo igual a um homem, vocês são ridículas". Disse isso e virou as costas e foi embora. 

O estrago não foi pior porque a estação estava vazia! Além da garota havia apenas uma senhora que não deve ter prestado a atenção no que aconteceu e eu, que estava quase ao lado deles. A garota começou a chorar em plena estação. Não consegui resistir e me aproximei dela. Disse que se chamava Kirsten e que havia combinado de passar o dia com o namorado, para comemorar o 1° aniversário de namoro. Nem devo dizer que a comemoração estava totalmente acabada ali mesmo. Não sabia o que dizer à garota. Já fui vítima de indelicadezas parecidas, mas nenhuma tão grosseira como essa. Disse apenas para ela não se importar, pois ela estava linda, e com certeza muita gente havia achado isso, também. A moça me sorriu e disse que havia gostado tanto do novo visual, disse que antes tinha o cabelo comprido e loiro. Pensou que o namorado gostaria, mas se enganou. 

Ele tem o total direito de não gostar, claro. Mas não tem nenhum direito de estragar a alegria de outras pessoas. Principalmente da garota que ele diz amar. Por que as pessoas são tão indelicadas assim? Já tive situações em que tive de elogiar visuais de amigos que eu simplesmente considerei estranhíssimos. Mas quem sou eu para estragar a felicidade alheia? 

Penso que eu nunca devo ser portadora de tristeza, ou motivo de chateação pra alguém. Se eu não puder ser motivo de alegria, então que nao seja motivo de nada. mas nunca de tristeza!

2 comentários:

  1. Parece que alguém que tem um coração infeliz e que não se conforma com a própria infelicidade, expressa em palavras e atitudes em relação aos outros, sentimentos negativos que afetam os outros. fazendo com que outros se sintam inferiores, sabendo que ele mesmo(" o portador da tristeza") é inferior,infeliz e que precisa de ajuda.

    ResponderExcluir
  2. É... nada justifica tanta indelicadeza...

    ResponderExcluir